Sustentabilidade

Como escolher o bico de pulverização adequado?

Precisa de aplicar um tratamento fitofarmacêutico na sua cultura e já escolheu o produto e o  tipo de pulverizador agrícola mais adequado. Mas sabe qual é bico de pulverização acertado para a sua aplicação? Este é um dos pontos mais importantes, pois a sua escolha influenciará vários aspetos, como por exemplo o reduzido desperdício do produto no ar, o que se refletirá numa maior eficácia e numa poupança económica. Vejamos em detalhe como escolher o bico de pulverização adequado.

Tipos e usos de bicos de pulverização de produtos fitofarmacêuticos

Os tipos de bicos de pulverização de produtos fitofarmacêuticos mais comuns são os seguintes:

Bico de fenda ou leque

Este tipo de bico forma um padrão estreito em forma de ‘V’ invertido. Permite uma distribuição uniforme do produto, efetuando uma pulverização bastante eficaz. Geralmente gera gotas de tipo médio, sendo o mais indicado para aplicação de herbicidas seletivos. Nos bicos em leque destacamos:

  • Bicos em leque de baixa deriva: especificamente concebidos para reduzir a deriva, que se define como o conjunto de todas as gotas procedentes da pulverização que não atingiram o seu alvo, sobretudo devido ao vento. Desta forma minimiza-se o desperdício de produto, ganha-se eficiência no tratamento e consegue-se uma poupança económica. São usados sobretudo em tratamentos de pós-emergência e preventivos.

Bico deflector ou de espelho

O produto sai em jorro através de um pequeno orifício, embatendo numa superfície inclinada, subdividindo-se numa infinitude de gotas grossas que são projetadas, formando um ângulo amplo em direção ao solo. São bicos de baixa deriva indicados para trabalhar com herbicidas de ação sistémica com baixo volume de água. Um aspeto importante é que quando se desgastam podem gerar uma pulverização irregular, pelo que devem ser substituídos.

Bico de ar induzido

Trata-se de um bico que reduz ao máximo o risco de deriva. Conta com dois orificios, o primeiro mede o caudal de líquido e o segundo o forma o padrão de aspersão. Entre ambos há um aspirador que leva o ar ao interior do bico misturando-o com a água. Dá origem a gotas grossas e cheias de ar que se desfazem ao embater nas folhas, proporcionando uma maior cobertura. Este bico de pulverização de produtos fitofarmacêuticos é perfeito para aplicar herbicidas de pré-emergência e pós-emergência, fungicidas e inseticidas.

Bico cônico ou de turbulência

Gera uma gota muito fina e pode ser de cone cheio ou cone oco. São bicos ideais quando o objetivo é uma forte penetração e ampla cobertura, recomenda-se o seu uso em tratamentos com inseticidas e fungicidas.

Benefícios da escolha acertada do bico de pulverização de produtos fitofarmacêuticos

Lembramos que o bico é o elemento que controla a dose de líquido vertido, a qualidade da distribuição, o tamanho da gota e a cobertura, a distribuição sobre o alvo, o grau de retenção das gotas e o grau de deriva e perdas para o solo. Por tudo isto, destacamos os principais  benefícios de escolher o bico de pulverização de produtos fitofarmacêuticos adequado:

  • Máximo aproveitamento da quantidade de produto
  • Poupança no esforço realizado
  • Maior eficácia do tratamento
  • Poupança económica

Deixe um comentário