Com o Operation Pollinator abriu-se um mundo novo

Com o Operation Pollinator abriu-se um mundo novo

A The Summer Berry Company Portugal aderiu ao programa Operation Pollinator , uma nova ferramenta na sua estratégia global de estímulo da biodiversidade na produção de framboesa e mirtilo.

Localizada em pleno Parque Natural do Sudoeste Alentejano, no concelho de Odemira, esta empresa produz e vende anualmente cerca de 2.000 toneladas de pequenos frutos para diversos países da Europa: Alemanha, Bélgica, Dinamarca, Espanha, França, Holanda, Inglaterra, Irlanda, Itália, Polónia e Portugal. Conta com uma área de 80 hectares em produção e tem planos para adicionar mais 60 hectares a curto prazo, em resposta à elevada procura destes frutos nos mercados europeus.

Quando se instalaram em Portugal, os investidores da The Summer Berry Company Portugal tinham bem clara a vontade de produzir fruta de qualidade e a necessidade de apoiar a Biodiversidade nas suas quintas. A equipa de agrónomos, jovem, qualificada e sensível às questões ambientais, tem procurado introduzir técnicas que beneficiam a produção e o ecossistema. Em 2018, instalaram enrelvamento com espécies herbáceas na entrelinha de alguns dos túneis de framboesa, com o objetivo de aumentar a humidade relativa no Verão, essencial a algumas das cultivares. O que aconteceu na sequência desta experiência foi uma surpresa: houve um aumento das populações de insetos auxiliares e da diversidade de espécies presentes, tais como ácaros predadores e fitoseídeos, e uma redução significativa das pragas- chave das culturas (ácaro amarelo, afídeos, tripes), comparativamente aos túneis sem enrelvamento.

«Verificámos que perante um foco inicial de ácaros, os predadores surgiam espontaneamente e começavam a atuar antes mesmo de qualquer intervenção da nossa parte. Nos mirtilos, a população de afídeos passou a ser controlada por vespas parasitóides silvestres, o que ajudou a reduzir o uso de inseticidas-acaricidas e até mesmo de agentes de controlo biológico», explica João Alves, responsável de produção na The Summer Berry Company Portugal.

Em paralelo, nas bordaduras exteriores aos túneis foram semeadas plantas autóctones floridas, cujo pólen e néctar atrai polinizadores e auxiliares. «Queríamos aumentar a percentagem de espécies floridas nas misturas de exterior que já tínhamos instaladas e foi por essa altura – final de 2019 – que encontrámos informação sobre o programa Operation Pollinator da Syngenta, a partir daí abriu-se um mundo novo», conta o agrónomo.

A equipa de agrónomos da The Summer Berry Company Portugal tem procurado introduzir técnicas que beneficiam a produção de framboesa e mirtilo e o ecossistema natural. Na foto (à frente em baixo) Silvina Morais, P&D manager da empresa e uma das grandes impulsionadoras das margens multifuncionais, Sofia Patrício, agrónoma de P&D, e João Alves, responsável de produção.

A The Summer Berry Company Portugal semeou as suas primeiras margens multifuncionais Operation Pollinator no exterior dos túneis em fevereiro de 2020, numa fase já tardia, o que aliado à secura desse ano no Alentejo, condicionou o crescimento de parte das espécies. Mas nem tudo estava perdido…usando uma mistura de sementes Operation Pollinator, voltaram a instalar uma margem multifuncional na entrelinha dos túneis de framboesa. As plantas cresceram rápido e bem, com a ajuda de rega por micro-aspersão, embora nem todas as espécies semeadas tenham florido no tempo ideal do ciclo da cultura.

«A princípio ficámos apreensivos, as plantas da entrelinha começam a ser atacadas por ácaros e afídeos, mas na realidade estes inimigos não passaram para a cultura e surgiu fauna auxiliar que ajudou a controlar as pragas, tanto na faixa enrelvada como na cultura», recorda João.

Já este ano, a The Summer Berry Company Portugal voltou a semear margens com a mistura de sementes Operation Pollinator, aguardando, entretanto, o desenvolvimento das plantas floridas para avaliar os resultados no estímulo da biodiversidade das suas quintas.

As margens multifuncionais nas bordaduras exteriores aos túneis, seja com a mistura Operation Pollinator ou com outras misturas já testadas pela empresa, são fonte de alimento e abrigo para abelhões, polinizadores secundários (sirfídeos, dípteros) e abelhas melíferas, todas elas espécies importantes para a polinização das framboesas e dos mirtilos.

«O apicultor ao qual alugamos as colmeias diz que as abelhas que passam uma temporada nas nossas quintas, quando regressam, estão saudáveis e não tem perdas», acrescenta.

A estratégia de apoio à Biodiversidade nas quintas da The Summer Berry Company Portugal contempla ainda outras medidas, tais como a instalação de sebes naturais, que servem de corredor ecológico para várias espécies, ou ainda um plano de recuperação de 22 hectares da quinta para abrigar a fauna e flora local.


Margem multifuncional em túnel de produção de framboesa

«A The Summer Berry Company Portugal tem sido um exemplo no que diz respeito à agricultura sustentável, devido à sua constante procura da preservação da biodiversidade. A parceria com a Syngenta já vem detrás e tem evoluído com a relação comercial que se estabeleceu, quer por iniciativa dos técnicos da empresa, quer por intermédio da nossa equipa. A promoção da sustentabilidade é um fator-chave que nos une», afirma Tiago Santos, Técnico Gestor Conta Cliente da Syngenta.

“«Há uma mudança de paradigma no controlo de pragas e uso de pesticidas e é de louvar que a Syngenta esteja um passo à frente neste caminho do futuro», João Alves”.

O próximo passo neste desígnio comum de estímulo da biodiversidade pode vir a passar pelo desenvolvimento de misturas de sementes Operation Pollinator específicas para culturas protegidas, necessidade identificada por João Alves, que lança o desafio à Syngenta:

«precisamos de espécies que se estabeleçam e entrem em floração rapidamente e consigam regenerar-se espontaneamente, mesmo após o corte da margem».

Este é um claro exemplo de que a aliança entre Agricultura e Biodiversidade compensa quem produz, beneficiando o consumidor e o Ambiente!

Share this post

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *