Atualidade

24H AGRICULTURA SYNGENTA – dar competências às novas gerações para alimentar o mundo

Escrito por Syngenta

Em linha com os compromissos assumidos pela Syngenta de contribuir para o desenvolvimento de competências que garantam a segurança alimentar mundial a par da sustentabilidade na agricultura, a Syngenta organizou uma competição inédita a nível europeu.

As 24H AGRICULTURA SYNGENTA juntaram 150 estudantes do ensino superior agrário em Lisboa, a 9 e 10 de Abril, em 24 horas ininterruptas de provas que testaram os seus conhecimentos técnicos e competências humanas, ajudando-os na transição para a vida profissional.

A 1ª edição das  24H AGRICULTURA SYNGENTA decorreu no Instituto Superior de Agronomia, e encerrou com um balanço extremamente positivo, reconhecido por todos os participantes e parceiros desta iniciativa, coorganizada pela Syngenta, em parceria com a APH-Associação Portuguesa de Horticultura e a IAAS- Associação Internacional dos Estudantes de Agricultura.

Num roteiro de mais de 20 provas, os alunos foram desafiados a testar conhecimentos técnicos, bem como competências de gestão de tempo, trabalho em equipa e resistência à pressão. Participaram cerca de 8% dos alunos do ensino superior agrícola português, vindos de todo o país.

Os alunos enfrentaram provas teórico-práticas com uma forte componente sobre Uso Sustentável dos Produtos Fitofarmacêuticos: diagnóstico de problemas fitossanitários numa vinha; diagnóstico das infestantes na parcela; escolha das substancias ativas a aplicar, a partir do website da Syngenta; cálculo dos tratamentos e qualidade da pulverização; calibração de pulverizadores e preparação de caldas com mediação de pH através de equipamentos de precisão.

prova_uso_sustentavel_pesticidas_Syngenta_24HAgriculturaSyngenta_web

Dando enfase à importância da correta gestão dos resíduos agrícolas, decorreram provas sobre a correcta limpeza de pulverizadores e recolha de efluentes no Héliosec, assim como a recolha de embalagens vazias de produtos fitofarmacêuticos, acondicionados em sacos Valorfito, tal como ocorre na realidade. Os alunos tiveram ainda oportunidade de consultar dois folhetos disponibilizados pela ANIPLA- Associação Nacional da Indústria para a Proteção das Plantas, um sobre “Cultivar a Segurança” no manuseamento dos produtos, antes durante e após a aplicação, e outro sobre “Produtos Fitofarmacêuticos e Biodiversidade”.

A equipa da Syngenta esteve ativamente envolvida na definição, coordenação e avaliação das provas, levando para o terreno equipamento, know-how técnico e informação de apoio, que permitiram aos estudantes ter uma visão global sobre a importância dos produtos de proteção das plantas na agricultura e a necessidade de os manusear de forma segura, sem riscos para os aplicadores e o ambiente.

EquipaSyngenta_web

«Acolhemos esta iniciativa com muito gosto desde o primeiro momento, porque se integra totalmente naquele que é o nosso projeto até 2020 – o Plano do Bom Crescimento – que tem a ver com a Alimentação e o desenvolvimento de competências para alimentar o mundo. A aposta na juventude é uma aposta da Syngenta, pois são os jovens que têm de ganhar competências para responder a estes desafios. Nas 24H AGRICULTURA SYNGENTA desenvolvemos várias provas na área do uso sustentável dos produtos fitofarmacêutico,  conhecimento extremamente importante no desenvolvimento de competências de quem vai trabalhar na área agrícola», afirma Mónica Teixeira, Responsável de Homologação e Assuntos Corporativos da Syngenta.

Os vencedores das 24H AGRICULTURA SYNGENTA foram revelados na cerimónia de encerramento, realizada no Instituto Superior de Agronomia (ISA), em Lisboa, a 13 de Maio. Equipa NPK do ISA conquistou o 1ª lugar da competição. Esta equipa é composta por 5 alunos do ISA: Francisco Manuel Emílio Medeiro, António de Oliveira Soares dos Santos Lourenço, Bernardo Rodrigues Saianda, Joaquim Maria Vaz Freire de Sousa Machado e Guilherme Barreiros Martins Moura Neves.

24HAgriculturaSyngenta_1ºlugar_web

A Syngenta ofereceu aos primeiros classificados uma viagem à sua fábrica de Porriño, na Galiza, onde terão oportunidade de conhecer o processo de fabrico e embalamento de alguns produtos Syngenta vendidos na Península Ibérica. A viagem decorrerá no próximo mês de Junho. Os alunos integrarão um grupo de agricultores e técnicos portugueses, o que lhes proporcionará mais uma forma de contato com o mundo agrícola profissional e o reforço das suas aprendizagens.

CLASSIFICAÇÃO 24H AGRICULTURA SYNGENTA

1º Prémio-NPK  (ISA)

2ºPrémio- LavraTudo (UTAD)

3ºPrémio- Agromaníacos (ISA)

Prémio Equipa Diurna – LavraTudo

Prémio Equipa Noturna  – NPK

Prémios Equipa Prática – NPK

Prémio Equipa Teórica -NPK

Prémio Simpatia – Agrosolvers  (ISA)

Prémio Cooperação – Agrosolvers

Prémio Engº Castro e Brito – Fresquinhas e Boas (ESA Beja)

As 24H AGRICULTURA SYNGENTA enquadram-se no plano de desenvolvimento da empresa em Portugal e estão em linha com a sua estratégia de estreita ligação e partilha de conhecimento com toda a fileira agroalimentar, desde as escolas agrícolas, aos centros de investigação, públicos e privados,  agricultores, distribuidores e outros players de mercado. Recorde-se que vários dos Centros de Experimentação Syngenta em Portugal estão instalados  em escolas agrícolas, nomeadamente no Instituto Superior de Agronomia, em Lisboa, onde decorreu esta competição.

De acordo com um inquérito realizado pela organização, ao final de 24 horas de competição, o grau de satisfação dos participantes com esta experiência formativa é elevado. Vejamos a opinião de alguns dos concorrentes sobre as 24H AGRICULTURA SYNGENTA:

«Formámos uma equipa polivalente, cada um com conhecimentos mais relevantes em diferentes áreas e conseguimos resolver as provas devido ao trabalho de equipa. As provas da Syngenta foram das mais práticas e completas, desde o reconhecimento de infestantes e doenças na vinha, escolha dos produtos a aplicar no site da empresa, conhecimento da legislação, até à calibração do pulverizador. A competição foi difícil, mas valeu mesmo a pena, estamos orgulhosos de representar o ISA desta forma», António Lourenço, equipa NPK.

«Para nós foi fantástico, recomendo a todos os alunos do ensino superior agrário que participem. Aprendemos imenso na parte prática, desde a identificação de infestantes e doenças na vinha, condução de tratores com GPS, cálculos de pH, pulverização. Além do que aprendemos, o reconhecimento de colegas, professores e da nossa universidade é muito gratificante», Gonçalo Araújo, LavraTudo

«Ficámos surpreendidos com o 3º prémio. As 24H AGRICULTURA SYNGENTA são uma ótima ponte entre a teoria e a prática, retratam o que é a realidade de uma exploração agrícola, algo que não aprendemos na universidade de forma prática. Foi também uma boa ferramenta para um primeiro contato com a Syngenta e pudemos aprender sobre boas práticas e uso eficiente e seguro dos produtos fitofarmacêuticos. No próximo anos vamos lutar pelo 1º lugar!», António Coimbra, Agromaníacos

«Ficámos surpreendidos, mas contentes, desconhecíamos este prémio. Gostámos imenso da parte prática, tivemos que nos desenrascar sozinhos, ajudou a perceber o trabalho no campo. As provas da Syngenta permitiram o contato com o site da marca, onde tivemos que procurar produtos e colocaram o desafio da calibração. Sem dúvida que voltarei a participar e recomendo, esta edição foi muito bem organizada», Rafael Gomes, Agrosolvers.

«Receber o Prémio Eng. Castro e Brito foi um grande orgulho, porque a nosso equipa é de Beja, a terra desde grande empreendedor. A melhor experiência que retirámos do evento foi resolver problemas em equipa, sob stress e pressão de tempo. De um modo geral aprendemos imenso, foi enriquecedor e interessante», João Cano, Fresquinhas e Boas.

Sobre o autor

Syngenta

A Syngenta é uma das principais empresas biotecnológicas do mundo.
Com mais de 28.000 colaboradores em mais de 90 países que oferecem soluções à medida das necessidades individuais dos agricultores em todo o mundo.

Deixe um comentário